Moção de repúdio ao governo Bolsonaro e sua política genocida

0Shares
0 0

O XXI Congresso dos Servidores Técnico-Administrativos da Fundação Universidade de Brasília, instância máxima deliberativa do SINTFUB, realizado na Praça Chico Mendes, campus Darcy Ribeiro da UnB, no dia 26 de agosto de 2021, manifesta por meio desta moção o seu repúdio ao governo Bolsonaro e sua política genocida.

Todo o mandato de Bolsonaro tem sido marcado por agressões, conflitos, falta de ideias, ausência de um Projeto de País, ataques aos direitos dos trabalhadores, incitação à violência por parte da população contra Instituições do Estado Brasileiro e desinformação pelas mentiras que o Presidente fala compulsivamente.

Em 2020, entramos na pandemia mais grave que nossa geração já enfrentou. O Brasil, que tem apenas 2,7% da população mundial, soma um total de 576 mil mortos – o que representa 13% do total de mortos por COVID-19 mundialmente. E esses números não existem ao acaso. O culpado por eles tem nome e sobrenome: Jair Bolsonaro.

O Presidente desdenhou da pandemia desde o começo: chamou o vírus de “gripezinha”, bradou aos enfermos para “deixarem de mimimi”, fez propaganda de medicamentos sem eficácia, aglomerou pessoas em atos sem uso de máscaras, disse que a vacina “não seria comprada” e até mesmo que seria melhor se contaminar pelo vírus do que se vacinar. Bolsonaro deixou os brasileiros mais vulneráveis ao vírus.

Foi a partir dessas ações que o governo Bolsonaro ultrapassou a linha de “irresponsável, autoritário e tosco” para a de “cruel, insensível e genocida”. O Presidente da República se tornou uma ameaça maior que a própria pandemia, o que fez os movimentos sociais, sindicais, populares e estudantis a terem que se articular em mobilizações de rua contra o governo.

O SINTFUB vem participando de todos os atos contra o governo Bolsonaro: o sindicato foi às ruas em 29/05, 19/06, 03/07, 24/07 e 18/08. Por meio desta moção, os delegados e delegadas presentes ao XXI CONSINTFUB reafirmam a necessidade do sindicato seguir na luta contra esse governo genocida e repudia Jair Bolsonaro por seu mandato fascista e autoritário.

Brasília-DF, 26 de agosto de 2021
XXI Congresso dos Servidores Técnico-Administrativos da Fundação Universidade de Brasília

Mário Júnior

0Shares
0