UNB GARANTE DIREITOS DE TERCEIRIZADOS NA PANDEMIA

0Shares
0 0

A UnB determinou por meio de despacho às unidades gestoras de contratos (Decanato de Administração, Prefeitura, Centro de Informática e Secretaria de Patrimônio Imobiliário), que notifiquem as empresas quanto às diretrizes adotadas para toda a comunidade universitária para combater a Covid-19.

 

Entre as recomendações apontadas no documento está a de reduzir ou suspender serviços terceirizados, devido à diminuição do fluxo de pessoas. Outra orientação às empresas é que realizem ações de conscientização dos colaboradores para a prevenção à doença, como recomendado pelos órgãos da saúde.

 

Para e deputada federal Erika Kokay ,o vale-refeição e o vale-alimentação, contudo, devem ser mantidos pois a legislação determina que a empresa tem responsabilidade pelas condições de trabalho.

 

O coordenador de imprensa do Sintfub Almiram Rodrigues ressalta que a luta do Sintfub para resolver essa questão para os terceirizados foi muito importante , “ embora o Sintfub não os represente, a luta foi solidaria e na compreensão de que todos os terceirizados que atuam na UnB são trabalhadores essenciais ao seu funcionamento no dia a dia.”

Os terceirizados afastados, do grupo de risco, estavam sem receber o auxílio alimentação e foi resolvido de forma que vai ser pago a partir desse mês.

Para o coordenador geral do Sintfub Edmilson Lima ,  essa vitória também foi o resultado da  parceria com o parlamento e outros sindicatos, sempre importante na defesa dos trabalhadores. “Os colegas da limpeza que estão trabalhando dia sim dia não , irão receber os vale alimentação que foram descontados ou seja , irão receber retroativo , no pagamento” Afirma Lima.

MAURICIO MAURICIO

0Shares
0