Jornada Nacional de Luta dos servidores públicos federais começa nesta terça-feira (7)

0Shares
0 0

Nos dias 7, 8 e 9 de abril, os servidores públicos federais de todo o Brasil realizarão a Jornada Nacional de Luta, formada por diversas atividades com o objetivo de pressionar o governo federal a negociar a pauta de luta da categoria, além de pressionar o Congresso Nacional a não aprovar projetos que retiram direitos dos trabalhadores, como o PL 4.330/2004, que precariza as relações de trabalho através da terceirização ilimitada de serviços.

Os servidores técnico-administrativos da UnB estão inseridos neste calendário de luta e realizarão paralisação das atividades nesses três dias. No dia 8, os técnico-administrativos realizarão assembleia na reitoria da UnB, às 9h. Após a reunião, os trabalhadores seguirão para a Esplanada dos Ministérios. Nos outros dias, os servidores técnico-administrativos da UnB se concentrarão na Praça Chico Mendes, às 8h30, para irem à Esplanada.

Acampamento e passeata
Na terça-feira, dia 7, haverá concentração a partir das 8h, no acampamento que será montado no canteiro central da Esplanada dos Ministérios, próximo à Catedral. Será realizado o credenciamento dos servidores que chegarão em caravanas de diversos estados. Às 10h, será realizada reunião ampliada para repasse de informações sobre as atividades que acontecerão durante a Jornada.

Por volta das 13h30 do dia 7, os servidores públicos se juntarão a várias outras categorias e irão ao Congresso Nacional protestar contra o projeto de lei 4.330, que irá para votação no plenário da Câmara dos Deputados. Criado por um mega empresário, o PL apresenta uma falsa regulamentação da terceirização. Na verdade, o PL faz da exceção a regra quando libera a terceirização para todas as atividades, inclusive para a essencial e principal (atividade-fim) da empresa. O projeto ainda não garante efetiva isonomia das condições de trabalho e de direitos entre os trabalhadores contratados diretamente e os contratados indiretamente, fragmentando a classe trabalhadora e contribuindo para a fragilização da organização sindical.

Após o ato contra o PL 4.330, os servidores públicos deverão realizar atividade em frente ao Palácio da Alvorada.

Assembleia e atos em ministérios e no Palácio da Alvorada
No dia 8, quarta-feira, às 9h, os servidores técnico-administrativos realizarão assembleia na reitoria da UnB. Na pauta, os ataques da administração superior da Universidade à categoria.

Após a assembleia, os técnico-administrativos seguirão para o acampamento do funcionalismo público federal. Ainda pela manhã, os trabalhadores sairão em passeada até o Ministério do Trabalho e Emprego, seguindo posteriormente para o Ministério do Planejamento (bloco K).

Na quinta-feira, dia 9, também haverá concentração no acampamento e marcha para o Palácio do Planalto. À tarde, no acampamento, os servidores realizarão avaliação das atividades e definirão os rumos da luta.

Também no dia 9, a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal – Condsef realizará Plenária Nacional de Base.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA JORNADA NACIONAL DE LUTAS E PARTICIPE

DIA 07 DE ABRIL
8h – Concentração no acampamento montado na Esplanada (entre o bloco K e bloco C) e credenciamento
10h – Reunião ampliada com informes das atividades nacionais e sobre as atividades durante a jornada, no acampamento. Em seguida, passeata para o Congresso Nacional contra a votação do PL 4.330/2004, da precarização
17h – Concentração em frente ao Palácio da Alvorada

DIA 08 DE ABRIL
9h – Assembleia na reitoria da UnB. Logo após, ida ao acampamento do funcionalismo público e saída em passeata, com parada no Ministério do Trabalho e finalização no Ministério do Planejamento 9bloco K) para exigir abertura das negociações
14h30 – Tarde de atividades especificas
19h – Reunião das entidades do Fórum

DIA 09 DE ABRIL
9h – Concentração no acampamento e saída em passeata para o Palácio do Planalto
14h – Avaliação das atividades e encaminhamentos para o próximo período

admin

0Shares
0