Categoria mobilizada: HUB pressiona Administração da UnB à mesa de negociação

0Shares
0 0

Após a Assembleia Setorial do HUB convocada pelo SINTFUB realizada em 15 de março 2018, a categoria mobilizada, realizou as atividades deliberadas na assembleia: no dia 16 de março – manifestação no CONSUNI; dia 20 de março – paralisação no predio da Administração do Hospital Universitário de Brasília (HUB). O motivo do ato é o impasse junto à administração do hospital sobre a jornada de trabalho dos servidores, que tem sofrido com escalas impositivas e desrespeito nas relações de trabalho, mesmo depois do processo de flexibilização ter sido aprovado pela Comissão.

Em esforço para estabelecer um diálogo, o SINTFUB acertou constituir comissão no HUB onde seriam discutidas as escalas e a implantação das 30 horas, processo esse que foi atropelado e ignorado pela direção do hospital, transformando o debate técnico em uma discussão política. Sucessivos insucessos nas negociações com a superintendente do HUB e com a reitoria da UnB levaram então a decisão do ato de paralisação.

Segundo Rogério Marzola, coordenador geral do SINTFUB, a busca é o diálogo para encontrar uma solução. “Se querem o confronto, teremos um confronto. Mas o ideal seria podermos dialogar”, citou.

Os manifestantes foram surpreendidos por uma liminar proibindo o protesto dentro do HUB, com sanções que iam de ameaças de multas diárias de R$ 50 mil até convocação de tropa de choque da Polícia Militar para retira-los do local, caso mantivessem a manifestação, sob o argumento de que iria contra a “ordem pública”.

Após a concentração, a decisão política de ocupar a reitoria foi tomada, numa forma de incitar o diálogo com a reitora Márcia Abrahão e dar prosseguimento a mesa de negociações, a fim de buscar soluções que atendam ao bem dos servidores, e consequentemente à justas relações de trabalho.

Uma nova Assembleia Geral ocorrerá no dia 22, às 10 horas, onde novos encaminhamentos sobre o ato serão debatidos.

Sindicato é pra lutar!

admin

0Shares
0