SINTFUB participa do Seminário Nacional dos Hospitais Universitários

0Shares
0 0

O SINTFUB participou na última sexta feira, dia 07/07, do Seminário Nacional dos HUs, que aconteceu na Universidade de Brasília.

O evento, promovido pela FASUBRA, contou com trabalhadores de hospitais de todo o país debatendo sobre a crise dos hospitais universitários em mesas de debates coordenadas pelas diretoras da FASUBRA sindical Zila Camarões e Neide Dantas.

“Esse seminário é muito importante. Ele vem em um momento em que o país passa por um golpe, retirada de direitos da classe trabalhadora e nós entendemos que a Ebserh também é retirada de direitos dos trabalhadores, que a privatização do serviço público da saúde, um setor altamente importante da sociedade, é crítico”, diz Mauro Mendes, coordenador do SINTFUB. Mauro completa ainda com o posicionamento do sindicato, contrário à Ebserh: “Somos contra qualquer retirada de direitos. Não somos contra os trabalhadores ligados à Ebserh, mas entendemos que esse modelo de gestão não é adequado aos trabalhadores do serviço público”, completa.

O objetivo do encontro foi debater o posicionamento das entidades e gerar debate sobre o tema Ebserh.

Participaram também do debate a Deputada Federal Érika Kokay (PT/DF), que defendeu que os hospitais universitários são vinculados à universidade, demandando assim uma autonomia de trabalho. “A criação da Ebserh rompe essa autonomia como se o hospital fosse um joguete e que se danem os trabalhadores e trabalhadoras, sem um ambiente de uniformidade”.

Jaqueline Lima, professora da Universidade Federal de Goiás (UFG) também compôs o debate, afirmando que esses cortes e a criação da Ebserh fazem parte de um plano de mercantilização da saúde no país. “em países onde realizam cortes temos aumento de doenças, suicídios e grande redução na expectativa de vida da população”, afirma.

Durante a tarde, continuando os debates, formaram-se três grupos de trabalho, onde foram debatidas questões sobre a Ebserh, discutindo os mais relevantes temas para as entidades, como condições de trabalho, autonomia e democracia, descumprimento dos planos de reestruturação e unidade na luta dos trabalhadores dos hospitais universitários.

“O objetivo desses grupos é continuar o debate. O posicionamento do SINTFUB é contra todas as privatizações dentro das instituições públicas e a favor da ampliação do debate sobre o modelo de gestão dos hospitais, privilegiando o ensino a pesquisa e extensão”, emenda Vânia Felício, coordenadora do SINTFUB.

“Nosso inimigo não é o trabalhador. É a política do governo que fere os direitos. Temos que defender em cada hospital nosso projeto. Isso fará a Ebserh ser derrotada”, disse Mário Guimarães Júnior, coordenador da FASUBRA sobre o objetivo do encontro.

SINTFUB

admin

0Shares
0