Dia nacional de luta

16 de março de 2017
0Shares
0 0

O Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub) participou nesta quarta-feira (15) de ato unificado na Esplanada contra as reformas da previdência e trabalhista, que retiram direitos do trabalhador. Sindicatos, movimentos sociais, servidores, trabalhadores do campo e da cidade, setor produtivo e aposentados se uniram na manifestação que, segundo a polícia militar, reuniu cerca de 10 mil pessoas por volta das 12h.

O papel de anunciar ao governo golpista que a sociedade repudia as medidas em tramitação no Congresso foi desempenhado com engajamento, possibilitando que diversos apoiadores da causa, entre eles parlamentares, explanassem a indignação acerca da conjuntura e manifestassem a esperança de provocar mudanças nas reformas em benefício do povo.

O coordenador geral do Sindicato, Mauro Mendes, considerou vitorioso o dia de paralização nacional. “Trabalhadores do campo, da cidade, servidores e de todo setor produtivo hoje entenderam que é muito importante ir para as ruas e protestar contra essa reforma que vem para tirar direitos da classe trabalhadora. Nós entendemos que não é apenas uma reforma na previdência, é um desmonte na aposentadoria dos trabalhadores. Neste sentido, o Sintfub fez o seu papel de ir às ruas no dia de hoje e somar com os demais companheiros trabalhadores de todo país. Estamos fazendo o nosso papel e entendemos que é muito importante continuar na luta contra a reforma da previdência”, destacou.
Sintfub

admin

0Shares
0