Servidores realizam ato no CONSUNI, DIA 25

0Shares
0 0

Na próxima sexta-feira, dia 25, os servidores técnico-administrativos da UnB, em greve desde o dia 17 de março, participarão da reunião do Conselho Universitário – Consuni da Universidade. A atividade, que contará com o apoio da CUT Brasília e sindicatos filiados, pautará os pontos de reivindicação do movimento grevista da categoria. A reunião do Consuni começa às 14h, no salão de atos da UnB, mas a concentração para a atividade será às 10h, na Praça Chico Mendes.

“É essencial que todos os trabalhadores e todas as trabalhadoras estejam neste ato. É lá que vamos, mais uma vez, ratificar a necessidade da nossa greve. E é lá também que poderemos garantir apoio primordial para que avancemos na nossa luta”, avalia o coordenador geral do Sintfub, Mauro Mendes.

A inserção da pauta de greve dos técnico-administrativos na reunião do Consuni foi uma reivindicação do Comando Local de Greve da UnB, que, diante da inflexibilidade da administração superior da UnB para negociar a pauta interna de luta, utilizou como recurso a discussão dos pontos de reivindicação no Conselho de deliberação máximo da Universidade.

Greve mantida
Em assembleia realizada nesta quarta-feira (23), os servidores técnico-administrativos aprovaram a manutenção da greve por tempo indeterminado. Os trabalhadores também aprovaram realizar atos na reitoria, diariamente. Nesta quinta-feira, às 7h30, os manifestantes estarão no prédio da reitoria para dar visibilidade ao movimento grevista.

A próxima assembleia da categoria será realizada na próxima terça-feira, dia 29, às 9h30, na Praça Chico Mendes.

Movimentos em nível nacional
No dia 6 de maio, a Fasubra montará acampamento na Esplanada dos Ministérios com representações dos sindicatos de todo o País. No mesmo dia, a Federação se juntará a outras entidades que representam trabalhadores da educação superior para realizar marcha.

No dia seguinte, dia 7 de maio, todo o funcionalismo público se reunirá no centro de Brasília para realizar nova marcha na Esplanada dos Ministérios. O objetivo é de sensibilizar o governo a atender a pauta de reivindicação dos trabalhadores.

admin

0Shares
0