A importância da CIS para a carreira do servidor

0Shares
0 0

Nos dias 19 e 20 de novembro, serão realizadas eleições para a Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação da Fundação Universidade de Brasília – CIS. Apesar de a Comissão ser pouco conhecida pelos servidores técnico-administrativos da UnB, o grupo é essencial para garantir avanços importantes na carreira da categoria.

Entre as funções da CIS estão acompanhar a implantação do plano de carreira em todas as suas etapas, bem como o trabalho da Comissão de Enquadramento; orientar a área de pessoal, bem como os servidores, quanto ao plano de carreira dos cargos técnico-administrativos em educação; fiscalizar e avaliar a implementação do plano de carreira no âmbito da respectiva instituição federal de ensino; apresentar propostas e fiscalizar a elaboração e a execução do plano de desenvolvimento de pessoal da instituição federal de ensino e seus programas de capacitação, de avaliação e de dimensionamento das necessidades de pessoal e modelo de alocação de vagas; examinar os casos omissos referentes ao plano de carreira e encaminhá-los à Comissão Nacional de Supervisão.

A servidora Carolina Magalhães, que está há menos de um ano no quadro de pessoal da UnB e compõe a Comissão Eleitoral da CIS, alerta que os servidores mais novos devem ter ainda mais empenho para participar da Comissão. “Nós, os servidores mais novos, ainda teremos toda uma carreira pela frente e, por isso, somos os mais interessados na garantia de avanços para a categoria”, avalia.

Letícia Soares, servidora que também compõe a Comissão Eleitoral da CIS e exerce o cargo de técnica-administrativa da UnB há menos de um ano, acredita que, através da CIS, a rotatividade de servidores, que acabam abandonando o cargo para conquistar carreira mais valorizada, pode ser apaziguada. “Através da CIS, o servidores estarão participando ativamente da construção da carreira, podendo sugerir e garantir reparos essenciais para a qualidade de vida dos técnico-administrativos”, diz.

“A CIS é um espaço que interessa a todos os servidores técnico-administrativos. Por isso, é importante que toda a categoria se empenhe em participar não só como membro da Comissão, mas que também compareça às urnas nos dias 19 e 20”, acredita o coordenador geral do Sintfub, Mauro Mendes.

Inscrições
Na UnB, a CIS é formada por oito membros, sendo cinco titulares e três suplentes. Todos os servidores técnico-administrativos da Universidade, ativos e aposentados, podem se inscrever para concorrer ao pleito. O prazo para as inscrições termina no dia 13 de novembro.

Para participar, basta preencher a ficha de inscrição (Clique aqui) e levá-la à secretaria do Sintfub (Campus Universitário Darcy Ribeiro – Prédio Muliuso – 1º Andar) ou à subsede do Sindicato, localizada no HUB. Não é necessário ser filiado ao Sintfub.

Servidores ativos e aposentados podem votar. A apuração dos votos será no dia 21 de novembro.

Nestas eleições, haverá urnas fixas nos campi Planaltina, Gama e Ceilândia e no campus Darcy Ribeiro. Também haverá urnas itinerantes para atender os servidores que atuam fora dos campi da UnB.

admin

0Shares
0