sintfub@unb.br (61) 3273.4055

Pesquisadores projetam cenários de impacto social, econômico e ambiental causados pela pandemia

0Shares
0 0

Um dos 115 projetos aprovados em edital lançado pelo Comitê de Pesquisa, Inovação e Extensão da Covid-19 (Copei) da UnB, o observatório de Predição e Acompanhamento da Epidemia Covid-19 (PrEpidemia) tem desenvolvido estudos e notas técnicas para ferramentalizar, com dados científicos, o diálogo sobre as políticas para contenção do avanço do novo coronavírus. O observatório é composto por equipe multidisciplinar de professores, pesquisadores e profissionais e tem o objetivo de acompanhar os impactos das políticas em áreas como saúde, educação, economia e mercado de trabalho.

 

O PrEpimedia foca as medidas de prevenção propostas para o Distrito Federal e para a Região Integrada de Desenvolvimento Econômico (RIDE). Os dados da primeira nota divulgada foram extraídos de mais de 40 mil respostas obtidas em questionário on-line feito com pais ou responsáveis por estudantes da rede pública e privada do DF e Entorno, desde o primeiro caso registrado no DF, em março.

 

Na segunda nota, os pesquisadores apontam projeção de número de infectados e de óbitos que podem ocorrer como resultado de diferentes níveis de relaxamento das políticas de isolamento. Os cenários propostos estão em consonância com atual debate público sobre melhores práticas para a retomada das atividades econômicas e comerciais nas regiões afetadas pela Covid-19.

 

Na previsão de relaxamento total de contenção, por exemplo, os especialistas identificam colapso no sistema público de saúde e grande número de mortes. Nos cenários mais flexíveis e moderados, os picos de internação serão menores e ocuparão menos leitos dos hospitais. No último cenário, com medida mais rígidas de isolamento, o número de mortes e de internações são baixos e reduzido risco de congestionamento do sistema de saúde.

admin

0Shares
0