sintfub@unb.br (61) 3273.4055

Aposentados discutem sobre o Future-se

0Shares
0 0

Aposentados e pensionistas da Fundação Universidade de Brasília reuniram-se na manhã de hoje (3) para tratar da conjuntura atual da UnB e do futuro da universidade, caso ela venha a aderir ao programa do governo federal, o Future-se.

Na reunião, a coordenadora de Aposentados e Pensionistas do Sintfub e técnica-administrativa, Francisca Albuquerque, deu os informes à categoria e conduziu todo o evento. Ela alertou sobre a carta golpe que está sendo enviada aos aposentados. Vários aposentados da UnB receberam um documento falando que eles ganharam um processo judicializado e que teriam um alto valor a receber, mas que precisariam depositar aproximadamente 10% do valor para terem acesso à conquista. A técnica alertou que isto é golpe e que o dinheiro nunca entrará na conta. Caso alguém receba a carta, ela sugere que procure o jurídico do sindicato imediatamente.

Logo em seguida, o coordenador de Comunicação do Sintfub, o técnico-administrativo Maurício Rocha, explicou falou sobre o Future-se.

O projeto apresentado à sociedade no dia 17 de julho, o Future-se, segundo ele, representa a privatização das universidades. Prevê que as federais assine um contrato com uma Organização de Serviço (OS) e com isso passe para a OS os bens da universidade e a gestão do ensino da pesquisa e extensão. “Esse contrato seria direto, sem licitação. E a partir daí, quem desenvolveria as atividades seria esta OS”, comentou e continuou explanando com preocupação que a OS iria contratar o pessoal terceirizado e gerir o pagamento dos servidores.

Para Maurício, os servidores teriam apenas duas escolhas se a UnB adotar o Future-se: ascensão para a OS ou transferência para outro órgão.

Existe uma outra preocupação para os aposentados da UnB. Um decreto lei que passa a folha de pagamento de todos os servidores públicos das universidade, inclusive aposentados e pensionistas, para o Ministério da Economia. Para Francisca , isso significa que querem dar um tratamento comum a todos os aposentados públicos e descartar todos os direitos garantidos no plano de carreira dos servidores das universidades de todo o país.

Maurício acredita que o decreto foi criado já emparelhado com o Future-se, prevendo o fim dos aumentos salariais para os servidores técnico-administrativos que não forem transferidos para a OS.

Ao final do encontro, a psicóloga Maria da Penha Aranha apresentou o programa “Qualidade de vida do Sintfub” para aposentados e pensionistas, que tem por objetivo criar um espaço de aprendizado de um novo estilo de vida, que promova e mantenha a saúde do associado dentro de uma visão sistêmica, oferecer palestras e atividade de diversos temas úteis para os aposentados.

Por Camila Piacesi

admin

0Shares
0