sintfub@unb.br (61) 3273.4055

Nota de apoio à ocupação dos estudantes da UnB

0Shares
0 0

Nota de apoio à ocupação dos estudantes da UnB

A luta pela manutenção dos direitos constitucionais deve ser fortalecida por técnicos, estudantes e docentes.

O Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (SINTFUB) vem a público declarar apoio à ocupação dos estudantes da UnB, contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/16, (antes PEC 241/16), que limita os investimentos em políticas públicas por 20 anos. Esta luta é comum entre estudantes e trabalhadores em greve da universidade.

A coordenação colegiada considera legítimo o enfrentamento dos estudantes, que ocuparam a Reitoria da universidade no dia 31 de outubro, após decisão em assembleia com cerca de 1,2 mil participantes.

A luta pela manutenção dos direitos constitucionais deve ser fortalecida por técnicos, estudantes e docentes, principalmente por uma educação pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada. A partir do momento que se estabelece um teto para atividades primárias, como saúde e educação, milhares de brasileiros serão diretamente afetados pela falta de investimento e desmonte do serviço público.

Greve

Os trabalhadores técnico-administrativos em educação deflagraram greve no mês de outubro, em luta contra a ameaça de aprovação pelo Congresso Nacional da PEC 55/16 e retirada de direitos.

Entendendo a gravidade desta proposta, apelidada de PEC do fim do mundo, os trabalhadores lutam contra o congelamento de salários e de investimentos em políticas públicas (educação, saúde e segurança) por 20 anos. Este é um dos maiores ataques aos trabalhadores do serviço público e à população brasileira, em especial os mais pobres.

Neste momento um dos objetivos é impedir que propostas como a reforma da previdência e trabalhista, cortes de orçamento nas instituições públicas de ensino superior, reforma do ensino médio e projeto Escola Sem Partido sejam aprovadas.

A luta também é contra o descumprimento do termo de acordo de 2015 (FASUBRA), a aprovação da lei que altera o regime de partilha da Petrobras, retirando a sua exclusividade como operadora única do Pré Sal (e a consequente perda de recursos da educação e da saúde).

Apoiamos a luta dos estudantes pelo direito à educação! Ocupa e resiste!

Direção Sintfub

admin

0Shares
0