sintfub@unb.br (61) 3273.4055

Dia do servidor público: Nada para comemorar

0Shares
0 0

O Congresso Nacional aprovou nessa terça (25), a PEC 241/16, denominada ʽPEC da Morte’ o golpe que o governo está implantando em nosso país, principalmente aos trabalhadores. Foram 359 votos a favor, 116 contra e duas abstenções. Agora o texto vai para o Senado.

Ainda conforme a medida, pela nova regra, permite um teto para gastos a partir da correção da inflação, o que não poderá ser alterado antes do décimo ano de vigência. Isso significa na prática, que o governo retira da sociedade e do parlamento direito de regular o orçamento a essas áreas que poderão crescer somente conforme a variação da inflação.

Para o Coordenador do Sindicato dos Servidores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub), Mauro Mendes, a PEC 241/16 é o retrocesso ao Brasil e principalmente à classe trabalhadora do país “Congelamento de salários por 20 anos, menos dinheiro para educação e a saúde, essa medida não atinge só os servidores, ela atinge todos os trabalhadores, é por isso que devemos lutar pelos nossos direitos adquiridos” disse.

Mauro rechaça ainda que as universidades públicas brasileiras sofrem por falta de recursos e com a PEC 241/16 aprovada, o cenário será pior, tendo em vista, que não terão os recursos financeiros para investir em pesquisas e com pessoal ”Isso na verdade é o desmonte do serviço público no país” concluiu.

Nesta quinta (27), ocorrerá assembleia, às 9h da manhã (Praça Chico Mendes) com a proposta de intensificar a luta e também uma palestra com Maria Lúcia Fattorelli, fundadora do movimento- Auditoria Cidadã da Dívida.
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

admin

0Shares
0