sintfub@unb.br (61) 3273.4055

Conselho de Representantes se articula contra o cenário político e o assédio moral

0Shares
0 0

Incidência sobre o atual contexto político, ações para por um fim às situações de desrespeito aos servidores técnico-administrativos da Fundação Universidade de Brasília (FUB) e a definição de agenda de mobilização são os temas que deram a tônica da última reunião do Conselho de Representantes Setoriais, ocorrida no dia 8 de junho, na sede do SINTFUB.

O encontro contou com grande participação e resultou em diversos encaminhamentos. Entre eles, foi acordada a pauta para a assembleia geral que será realizada com todos os servidores técnico-administrativos no próximo dia 14 de junho (terça-feira):

•Avaliação da conjuntura política e econômica nacional.
•Eleição de delegados para a plenária da Fasubra, dias 19 e 20/06.
•Proposta de paralisação nacional, de acordo com o calendário da Fasubra.

Outro aspecto acordado foi a participação no ato “Fora Temer, Não ao Golpe, Nenhum Direito a Menos!”, que será realizado no dia 10 de junho, em Brasília. O grupo entende que precisa se posicionar diante da atual conjuntura política, onde estão em jogo aspectos como a retirada de direitos trabalhistas, a garantia dos direitos humanos e a violação ao Estado Democrático de Direito.

Assédio moral, sexual e racismo
O Conselho também trouxe para o debate o clamor dos servidores com relação aos casos frequentes de assédio moral, sexual e de racismo nas dependências da FUB. O trabalho exercido nessas condições tem levado ao adoecimento constante dos servidores.

A pressão extra exercida no Hospital Universitário de Brasília (HUB) desde que passou a ser gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) faz com que a unidade se destaque com o primeiro lugar em afastamento por adoecimento de servidores.

Sobre esse ponto, o SINTFUB comunicou ao grupo que está acompanhando de perto a situação no HUB, inclusive tendo realizado conversas sobre esses e outros aspectos (como o desrespeito aos feriados e pontos facultativos) com a direção do hospital.

Campanha para a reitoria
Embora a campanha para a eleição do novo reitor ou reitora da Universidade de Brasília não tenha sido oficialmente iniciada, a professora Márcia Abrahão Moura, diretora do Instituto de Geociências, visitou o grupo com o objetivo de comunicar a sua pré-campanha e se colocar à disposição dos técnico-administrativos para construírem juntos a plataforma de campanha e gestão.

Márcia ressaltou a importância da categoria para o bom funcionamento da Universidade e o entendimento de que a participação de todos vai ser a tônica da gestão dela, caso seja eleita. Ao ser questionada sobre o porquê de não ter feito uma fala específica sobre o HUB, a diretora foi enfática: “Para mim, UnB engloba tudo. Todos os campi, os hospitais veterinários, o centro de primatologia, o HUB, enfim, tudo”.

A mesa coordenadora da reunião comunicou que o espaço está aberto para todos os pré-candidatos que quiserem se posicionar e ouvir as demandas dos técnicos-administrativos da FUB.

O próximo encontro do Conselho de Representantes acontecerá no dia 13 de julho, a partir das 8h30.

admin

0Shares
0